Porto Alegre, 24 de maio de 2017
Câmara reinstala Comitê Permanente de Segurança Metropolitano
Escrito por Angélica Sperinde/CMPA   

 

Elson Sempé Pedroso/CMPA

A Câmara Municipal de Porto Alegre realizou, na manhã desta quarta-feira (29/3), ato solene de reabertura do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano, instituído pelo Legislativo da Capital por proposição do presidente da Casa, vereador Cassio Trogildo (PTB). Ao saudar a participação dos presentes, Trogildo destacou os profissionais que contribuíram para a criação e as atividades do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano no ano de 2016. Ao ressaltar que o Comitê é formado por representantes da sociedade civil e organizada, citou as entidades que já integram este trabalho: Associação dos Juízes do RS (Ajuris), Associação dos Delegados de Polícia do RS (Asdep), Associação dos Comissários de Polícia (ACP), Associação Beneficente Antônio Mendes Filho (Abamf), Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes da Brigada Militar e Bombeiros Militar (ASSTBM), Fórum Latino Americana de Defesa do Consumidor (FEDC) e Parlamento Metropolitano.

 

Cassio Trogildo reiterou que o "tema segurança pública é multidisciplinar", observando que todas as esferas governamentais e representativas precisam estar integrados para defender a segurança. O vereador afirmou que o Parlamento faz a sua parte, "através deste Comitê de Segurança, para promover debates que permitam estabelecer diagnósticos e ações coletivas e, assim, minimizar os efeitos da violência urbana", ponderando que esse debate deve ser "desapaixonado e responsável", ao observar a seriedade das questões que envolvem a segurança. Entre as sugestões em prol da segurança, que envolvem mudanças de comportamentos sociais, Trogildo falou da necessidade de criar ações, a exemplo do que ocorre com desmanches de carros, para fiscalizar as lojas que vendem celulares e smartphones roubados. O presidente da Câmara Municipal elogiou ainda as medidas em benefício da segurança na cidade e no Estado e convidou os participantes da solenidade para debater a  segurança, salientando que a Câmara Municipal é parceira para  buscar soluções ao setor. Já o deputado estadual Maurício Dziedricki (PTB), que representava a Assembleia Legislativa no ato, afirmou: "Precisamos de mais esforços para que a sociedade sinta que o Estado está agindo".

 

O prefeito Nelson Marchezan Junior parabenizou a iniciativa, ao destacar que os problemas da sociedade "são decorrentes da quebradeira ocasionada pelos defensores do estado em todas as esferas", destacando a crise na economia que atinge os estados e os municípios. Marchezan observou ainda que, "sem a educação que educa e a saúde humanizada", não é possível melhorar a segurança pública; além disso, lembrou dos "péssimos exemplos no Brasil, com autoridades que estão ou estarão nas cadeias". O prefeito disse que o Município está trabalhando em prol da segurança, com tecnologias já aprovadas para monitoramento dos veículos nos extremos da cidade, além de outras ações que visam à integração entre os poderes.

 

Secretaria da Segurança

 

O secretário estadual da Segurança, Cézar Schirmer, exaltou a importante atuação da  Câmara Municipal, para tratar das questões que envolvem a segurança pública, ao manifestar a sua satisfação com a reabertura do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano. Ao falar da complexidade do tema, o secretário citou questões sociais a serem trabalhadas coletivamente, "a exemplo da  violência doméstica, o uso e venda de drogas, a  falta de respeito e descumprimento das leis".

 

Schirmer anunciou o programa chamado "Sistema Estadual de Segurança Pública Integrada", o qual, segundo ele, será implantado no Rio Grande do Sul em breve, com ações sistêmicas e integradas em todos os setores sociais, governos e poderes. Conforme o secretário, "a integração é fator fundamental para o sucesso deste programa". Entre as ações do programa está a integração dos sistemas de informação, inteligência, tecnologias, efetivos e monitoramento de todos os setores de segurança, envolvendo Brigada Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária, Polícia Federal. Além disso, estão previstas ações de prevenção contra violências, envolvendo jovens e crianças, bem como o aumento do efetivo, com a  contratação de policiais militares. Cezar Schirmer afirmou que 2017 é o ano das mudanças e ações efetivas em benefício da segurança pública, ao assegurar que "os cidadãos perceberão as melhorias em breve".

 

Cerca de 280 convidados participaram da solenidade e também se manifestaram favoravelmente ao Comitê Permanente de Segurança Metropolitano e com sugestões para melhorias à segurança pública. O ato também foi prestigiado pelas seguintes autoridades: promotor e coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal, Luciano Vaccaro; defensora pública Bárbara Lenzi; presidente do Fórum Latino-Americano do Consumidor, Alcebíades Santini; prefeito de Gravataí, Nadir Rocha; diretor do Foro de Porto Alegre, juiz Amadeu Buttelli; vice-presidente da  OAB/RS, Luiz Pellizzer; vereadoras Comandante Nádia (PMDB), Marília Fidel (PTB) e Mônica Leal (PP); e os vereadores Idenir Cecchim (PMDB), Valter Nagelstein (PMDB), Moisés Maluco do Bem (PSDB), Mendes Ribeiro (PMDB), João Carlos Nedel (PP), Cláudio Janta (SD), Airto Ferronato (PSB), Gilson Padeiro (PPS), Felipe Camozzatto (Novo), Cassiá Carpes (PP) e André Carús (PMDB).