Porto Alegre, 29 de junho de 2017
Bancada do PTB na ALRS exalta força e coesão nos 72 anos do partido
Escrito por Bancada PTB - ALRS   

Mirian Helfenstein/ALRS

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) completa 72 anos neste dia 15 de maio. A bancada do partido na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul considera que esta é uma data em que os petebistas gaúchos têm inúmeros motivos para se orgulhar e comemorar. Fundado pelo presidente Getúlio Vargas em 1945, o PTB nasceu com a missão de defender a classe trabalhadora, o desenvolvimento econômico, os direitos da mulher e o acesso aos direitos básicos da população, como saúde e educação. Essas principais diretrizes seguem firmes e predominantes na condução do partido, tanto em nível estadual como nacional. No Parlamento gaúcho, os cinco deputados que representam a sigla (Aloísio Classmann, Luis Augusto Lara, Marcelo Moraes, Maurício Dziedricki e Ronaldo Santini) atuam fortemente em pautas que priorizam esses princípios. Bandeiras como segurança pública, investimentos em saúde, a correta aplicação do dinheiro público e a valorização da produção rural figuram entre as principais causas representadas pela atual composição da bancada.

 

Os líderes locais do partido atuam sempre em busca da renovação e da igualdade. No Estado, o partido se destaca pelos núcleos PTB Mulher e Juventude do PTB, que mantém intensas programações e debates a fim de compreender os atuais cenários políticos e a efetivação da coesão entre o discurso e a prática.

 

Para a bancada do PTB no RS, a atual representação está acompanhando os constantes desafios da realidade política estadual, se colocando como oposição responsável ao atual governo do Estado e nunca deixando de lado os debates essenciais para a população gaúcha. Os deputados salientam ainda, que, assim como declarou o presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, em seu pronunciamento nas redes sociais, a readequação da distribuição dos recursos federais é uma pauta de fundamental importância para que os parlamentares trabalhem com união, pois, somente dessa forma será possível viabilizar que os municípios tenham autonomia financeira. Assim como Jefferson, a bancada do PTB-RS considera que a força da cidadania se exerce no município.